Biotônico Fontoura pode ser usado por adultos | Biotônico Fontoura

O nosso website utiliza cookies para lhe identificar e aprimorar a sua experiência de navegação.
Alguns cookies são necessários, outros são utilitários, analíticos ou de marketing. Ao continuar navegando, você concorda com os termos da nossa Política de Cookies.

Biotônico Fontoura pode ser usado por adultos?

Suplemento mineral é indicado para todas as faixas etárias a partir dos quatro anos de idade

Biotônico Fontoura é um suplemento mineral utilizado para complementar a dieta diária com ferro, tanto em crianças maiores de quatro anos de idade como também em adultos. Neste caso, a recomendação é usar o produto duas vezes ao dia, sempre antes das principais refeições (almoço e jantar).

Para os pequeninos, a dosagem é de 1 e ½ colher de sopa (15ml), duas vezes ao dia, antes das principais refeições (almoço e jantar). Já os adultos devem ingerir o dobro dessa quantidade (60 mL ou seis colheres de sopa – 30mL, 2 vezes ao dia).

Dados do Ministério da Saúde (MS) revelam que o principal público acometido pela deficiência de ferro são as crianças. A anemia por deficiência de ferro no organismo é a carência nutricional de maior magnitude no mundo, sendo considerada um grave problema de saúde pública no Brasil.

Alguns sintomas, como cansaço, fraqueza, indisposição, diminuição da capacidade de concentração e aprendizado, podem ser sinais de uma deficiência de ferro importante, ou até mesmo de um quadro de anemia, portanto, na percepção de tais sinais e sintomas, deve-se consultar um médico para orientar o diagnóstico e tratamento adequados. Com a correria do dia a dia é muito comum as pessoas não terem tempo para se alimentar com qualidade, o que resulta na falta de muitos minerais e vitaminas no organismo.


Fontes: rotulagem do produto: Biotônico Fontoura. Disponível em http://www.biotonicofontoura.com.br/ Acesso em: 22 de maio de 2017; e Ministério da Saúde (MS). Anemia no Brasil: a importância da prevenção e controle. Disponível em: http://www.blog.saude.gov.br/index.php/34170-anemia-no-brasil-a-importancia-da-prevencao-e-controle. Acesso em: 14 de abril de 2017