Por que é importante consumir alimentos ricos em ferro?

Ingestão adequada de ferro fornece energia para o corpo exercer suas atividades vitais

O ferro é um micronutriente muito importante para o bom funcionamento do organismo, por isso deve estar presente na alimentação de todas as crianças, dos adolescentes, dos adultos e também dos idosos. Isso porque este mineral exerce importantes funções no corpo, entre elas, atua na produção de células vermelhas do sangue, que são responsáveis pelo transporte de oxigênio para todas as células do organismo, e ainda está ligado à função imunológica e ao desenvolvimento cognitivo das crianças.

A carência desse nutriente na alimentação pode desencadear fadiga, falta de apetite, palidez de pele e mucosas (parte interna das pálpebras, gengivas e palma das mãos), menor disposição para o trabalho, dificuldade de aprendizagem nas crianças e apatia (crianças muito "paradas"). A diminuição das defesas do organismo também é outra consequência que atinge todas as faixas etárias. Na percepção de tais sinais e sintomas, deve-se consultar o médico para orientar o diagnóstico e tratamento adequados.

Entretanto, é importante destacar que a necessidade de ferro em cada fase da vida é diferente, sendo a infância e adolescência os dois períodos que exigem atenção redobrada dos pais em relação à ingestão diária de alimentos ricos em ferro. Por outro lado, é importante enfatizar também que, com o início da menstruação, as necessidades diárias de ferro da mulher excedem às do homem.

Ficou mais clara a importância de se consumir ferro no dia a dia? As carnes vermelhas, assim como as verduras de folhas verde-escuras e as leguminosas (feijões, fava, grão-de-bico, ervilha e lentilha) são excelentes fontes de ferro e o consumo de uma fonte não exclui a outra.

Por conta de tudo isso, lembre-se de que a educação nutricional é muito importante para auxiliar na escolha dos alimentos e suas combinações, com o objetivo de melhorar a absorção de ferro e reduzir sua deficiência.


Fontes: Ministério da Saúde (MS). Disponível em: http://nutricao.saude.gov.br/mn/ferro/ferro_programa_info_geral.php. Acesso em: 22 de maio de 2017; e Sociedade Brasileira de Alimentação e Nutrição (SBAN). Disponível em: http://sban.cloudpainel.com.br/files/revistas_publicacoes/46.pdf. Acesso em: 22 de maio de 2017